Notícias

Home/Social/Aldeia de sonho nos confins de Portugal…

Aldeia de sonho nos confins de Portugal…

Há dias, regressando de Madrid e entrando em Portugal por Bragança, alguém teve a feliz ideia de propor um pequeno desvio para visitarmos este local de sonho.

 A aldeia de Rio de Onor está inserida no Parque Natural de Montesinho, concelho de Bragança, sendo atravessada pela fronteira com Espanha. De um lado, Rio de Onor, do outro, Rihonor de Castilla. Esta aldeia comunitária é uma das mais bem preservadas do Parque Natural de Montesinho, com casas típicas serranas em xisto com varandas alpendradas, muito bem recuperadas.

Com 76 habitantes, 25 dos quais a viver do lado de Espanha, a aldeia propicia momentos de aventura, na descoberta da beleza natural de toda esta região, percorrendo o roteiro da Baixa Lombada e Onor, atravessando mas aldeias de Baçal, Sacoias, Aveleda e Varge.

 Para quem procura uns dias de paz e descanso absolutos, pode ficar alojado numa das várias unidades de AL,

Descobrir a Ponte Romana e a Igreja Matriz, o forno, forja e os moinhos comunitários, são outras das possíveis formas de passar o tempo nesta aldeia raiana.

O artesanato típico da aldeia engloba peças de cestaria e carpintaria e na gastronomia destacam-se os saborosos enchidos. Das tradições ancestrais de Rio de Onor merecem uma menção o rionorês, dialeto que nasceu da mistura do castelhano e do português e que, ainda hoje, é falado na aldeia; e a Festa dos Reis (6 de janeiro), um rito da puberdade no qual participam os rapazes solteiros.

Rio de Onor é talvez a mais emblemática das aldeias nordestinas e há quem atribua a sua origem ao povoado medieval de Vinhas Cales.

Com a sua vizinha transfronteiriça Rihonor de Castilla, constituíam uma insularidade com alguma autonomia económica, apesar de muito deficitária.

O rio de Onor é um afluente do rio Sabor, por sua vez afluente do Douro.

Quando um dia se aventurar por Bragança na senda dos seus devaneios gastronómicos, não deixe de fazer o tal desvio….