AutorOsvaldo Novais

Home/Artigos Publicados por Osvaldo Novais (Página 3)

Mickey 90 anos

Lançado ainda na época do cinema em preto e branco, Steamboat Willie revolucionou a indústria da animação pela possibilidade de sincronismo entre imagem e som. O curta metragem foi o primeiro a apresentar um dos personagens mais famosos da história,  Mickey Mouse.

O simpático camundongo é conhecido nos dias de hoje como o principal ícone de um dos maiores conglomerados do mundo.

O Ministério da Cidadania e Bradesco Seguros apresentam, de 18 de janeiro a 21 de abril, uma exposição inédita realizada pela Orientavida em comemoração ao nonagésimo aniversário da primeira aparição de Mickey Mouse. Pela primeira vez no Brasil, o personagem mais famoso do mundo terá uma exposição exclusiva em sua homenagem. Voltada para todos os públicos e idades, a exposição com mais de 840 metros quadrados celebrará o legado e a história de Mickey Mouse por meio de 12 ambientes imersivos, além de uma loja.

A magia começa em um túnel do tempo com as evoluções do personagem, seguindo para uma réplica dos estúdios de Walt Disney – onde tudo começou – com mesas de luz e flipbooks para o público interagir e entender os princípios da animação. Em seguida, os visitantes encontrarão o barco deSteamboat Willie, curta-metragem que marcou a estreia de Mickey nas telas de cinema, em 18 de novembro de 1928 – marco de sua primeira aparição oficial.  

Os visitantes também passarão pela área de A Casa do Mickey Mouse, série de desenho animado do canal Disney Junior, e pelo cenário do Clube do Mickey – primeira série de televisão da Walt Disney Productions lançada em 1955. No clube será possível escrever uma carta de parabéns e enviar para o personagem.

Outra grande atração da mostra é o espaço com uma representação da Câmera Multiplano (Paralax), uma revolução no mundo da animação que foi desenvolvida por Walt Disney, e que trouxe profundidade aos desenhos animados. Esse recurso será apresentado de forma lúdica ao público, para entender o funcionamento dessa inovação tecnológica na animação.

Nos demais ambientes, os visitantes terão acesso a inúmeros cenários lúdicos e interativos como, por exemplo, uma projeção do espetacular show de fogos da Disney, Happily Ever After, e photo opportunity inspirado na Main Street, avenida principal do Magic Kingdom, um dos parques do complexo Walt Disney World Resort, na Flórida.

Ao final, o visitante terá acesso à uma loja com diversas opções de produtos licenciados, incluindo diversas peças de decoração e vestuário feitas à mão pelas artesãs da Orientavida, que também estarão na loja produzindo pelúcias personalizadas para os visitantes. A venda dos produtos Orientavida terá sua renda revertida para a ONG, que tem como missão solucionar a vulnerabilidade de mulheres e famílias de baixa renda por meio de capacitação de mão de obra feminina.

Serviço:

PONTO DE VENDA SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA: BILHETERIA NO LOCAL DO EVENTO 

ENDEREÇO: SHOPPING JK IGUATEMI – AV. PRES. JUSCELINO KUBITSCHEK, 2041 – 3° PISO
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: 

TERÇA A SEXTA-FEIRA: 13h30 às 21h00
SÁBADO: 10h00 às 21h00
DOMINGO: 11h00 às 20h00

Para compras de grupos (acima de 9 ingressos): pacoteexposicao@orientavida.org.br

Leia Mais

Resort Club Med Rio das Pedras


A promoter Adriana Alves convida para um dia incrível no Resort Club Med Rio das Pedras, no dia 29/01 (terça-feira) com saída às 7h da Manhã do Shopping Península, com um programa de tudo incluído: Microonibus, café da manhã, almoço, lanches, bebidas, vinhos, sobremesas, sorvetes, atividades esportivas, hidroginástica, dança, arco e flecha e caiaque. Retorno ao Rio às 19h.

Vagas limitadas, garanta logo o seu!

Valor: 400,00 reais.

Contato Whatsapp: 21 98114-8500

Leia Mais

Morre ator Caio Junqueira, aos 42 anos

Com informações do Portal G1

Foto: Reprodução/Instagram | Faleceu nesta quarta feira, 23, o ator Caio Junqueira. Vítima de um acidente de carro no último dia 16, no Aterro do Flamengo. Desde a semana passada, Caio permanecia internado no Hospital Miguel Couto, na Gávea, Zona Sul do Rio.

Caio Junqueira nasceu no Rio de Janeiro. Iniciou a carreira no teatro em 1984, aos 7 anos de idade. No ano seguinte, fez sua estreia televisiva ao lado de Diogo Vilela e Zezé Polessa no seriado “Tamanho família”, da extinta TV Manchete. Naquele mesmo ano, também estreou no cinema, no filme “Com licença, eu vou à luta”, de Lui Faria.

Seu trabalho mais recente foi o personagem Henrique Villa Verde, na série “O mecanismo”, da Netflix, quando repetiu a parceria com o diretor José Padilha.

Leia Mais

Liberte -se do velho padrão em 2019!

Olá queridos, tudo bem? O ano está apenas começando! Acredito que seja de suma importância dar dicas importantes aqui, para que o ano seja ainda mais próspero e possa proporcionar a todos a tão sonhada paz e serenidade para que os nossos propósitos sejam concretizados com todos os benefícios que almejamos obter esse ano. Algo específico para esse ano é ter em mente a MUDANÇA no modo de olhar para alguém ou alguma situação que há muito tempo está incomodando a sua vida. Chegou o tempo de parar de evitar olhar ou continuar “empurrando “ com a barriga tal sentimento . Esse ano está muito favorável para observar a si mesmo e se esforçar na própria mudança de pensamento e fazer uma Reciclagem e iniciar novas atividades. Não é hora pra analisar o outro e nem fazer julgamentos alheios! Faça uma autoanálise. Olhe a si mesmo! Faça isso de dentro pra fora! É o ano do arcano O Enforcado no Tarô e a mensagem é encontre forças buscando a espiritualidade. Se pergunte o que deseja de verdade? Liberte se das velhas ideias . Liberte-se das velhas mágoas e ressentimentos antigos para poder prosseguir no caminho . Libere energia para poder receber mais energia! Rompa com os próprios dilemas e limites. Sei que isso requer esforço mas, vai valer a pena! Tente ir fundo e se levante! Vá ver outras paisagens e outros recantos. Troque a moldura do retrato da própria vida. Não fica parado no tempo e no espaço. Perdoe -se para poder assim ser perdoado e perdoar Tb! Esse ano se abre uma nova visão que pode trazer através do abrir mão de situações estagnadas uma saída de uma situação complexa para outra muito mais leve e benéfica para aqueles que realizarem as mudanças exigidas pelo arcano 12 do Tarô , O Enforcado que rege 2019. O cristal ametista pode ajudar bastante nessa nova caminhada e o uso do óleo essencial de lavanda +bergamota+menta.

Até a próxima semana!

Bjs e luz!

Mônika mgm Nakamura

Leia Mais

Oscar 2019

A cerimônia do Oscar deste ano promete várias inovações. Além de não ter um apresentador definido, a estatueta de melhor filme pode ir para um filme em língua espanhola, como é o caso de Roma, ou até mesmo para um filme baseado em quadrinhos, como o caso de Pantera Negra, da Marvel.

Além disso, Melissa McCarthy também aparece na premiação concorrendo como melhor atriz, ao mesmo tempo em que concorre como pior atriz no troféu Framboesa. Veja abaixo a lista completa de indicados:

Melhor Filme

  • Pantera Negra
  • Nasce uma Estrela
  • Infiltrado na Klan
  • Bohemian Rhapsody
  • A Favorita
  • Green Book
  • Roma
  • Vice

Melhor Atriz

  • Yalitza Aparicio (Roma)
  • Glenn Close (A Esposa)
  • Olivia Colman (A Favorita)
  • Lady Gaga (Nasce Uma Estrela)
  • Melissa McCarthy (Poderia me Perdoar?)

Melhor Ator

  • Christian Bale (Vice)
  • Bradley Cooper (Nasce Uma Estrela)
  • Willem Dafor (At Eternity’s Gate)
  • Rami Malek (Bohemian Rhapsody)
  • Viggo Mortensen (Green Book)

Melhor Atriz Coadjuvante

  • Amy Adams (Vice)
  • Marina de Tavira (Roma)
  • Regina King (Se a Rua Beale Falasse)
  • Emma Stone (A Favorita)
  • Rachek Weisz (A Favorita)

Melhor Ator Coadjuvante

  • Mahershala Ali (Green Book)
  • Adam Driver (Infiltrado na Klan)
  • Sam Elliot (Nasce uma Estrela)
  • Richard E. Grant (Poderia me Perdoar?)
  • Sam Rockwell (Vice)

Melhor Direção

  • Infiltrado na Klan
  • Guerra Fria
  • A Favorita
  • Roma
  • Vice

Melhor Roteiro Original

  • A Favorita
  • First Reformed
  • Green Book
  • Roma
  • Vice

Melhor Roteiro Adaptado

  • The Ballad of Buster Scruggs
  • Infiltrado na Klan
  • Poderia me Perdoar?
  • Se a Rua Beale Falasse
  • Nasce Uma Estrela

Melhor Animação

  • Os Incríveis 2
  • Ilha de Cachorros
  • Mirai
  • WiFi Ralph
  • Homem-Aranha no Aranhaverso

Melhor Filme Estrangeiro

  • “Capernaum” (Líbano)
  • “Guerra Fria” (Polônia)
  • “Never Look Away” (Alemanha)
  • “Roma” (México)
  • “Assunto de Família” (Japão)

Melhores Efeitos Visuais

  • Vingadores: Guerra Infinita
  • O Primeiro Homem
  • Jogador Nº 1
  • Christopher Robin – Um Encontro Inesquecível
  • Han Solo – Uma Aventura Star Wars

Melhor Figurino

  • The Ballad of Buster Scruggs
  • Pantera Negra
  • A Favorita
  • O Retorno de Mary Poppins
  • Duas Rainhas

Melhor Direção de Arte/Design de Produção

  • Pantera Negra
  • A Favorita
  • O Primeiro Homem
  • O Retorno de Mary Poppins
  • Roma

Melhor Trilha Sonora

  • Pantera Negra
  • Infiltrado na Klan
  • Se a Rua Beale Falasse
  • Ilha de Cachorros
  • O Retorno de Mary Poppins

Melhor Canção Original

  • “All The Stars” (Pantera Negra)
  • “I’ll Fight” (RBG)
  • “Shallow” (Nasce uma Estrela)
  • “The Place Where Lost Things Go” (O Retorno de Mary Poppins)
  • “When a Cowboy Trades His Spurs For Wings” (The Ballad of Buster Scruggs)

Melhor Fotografia

  • Guerra Fria
  • Roma
  • Nasce Uma Estrela
  • A Favorita
  • Never Look Away

Melhor Edição

  • Infiltrado na Klan
  • Bohemian Rhapsody
  • A Favorita
  • Green Book
  • Vice

Melhor Edição de Som

  • Pantera Negra
  • Bohemian Rhapsody
  • O Primeiro Homem
  • Um Lugar Silencioso
  • Roma

Melhor Mixagem de Som

  • Pantera Negra
  • Bohemian Rhapsody
  • O Primeiro Homem
  • Roma
  • Nasce Uma Estrela

Melhor Documentário

  • Free Solo
  • Hale County this Morning , This Evening
  • Minding the Gap
  • RBG
  • Of Fathers and Sons

Melhor Curta Metragem – Live-action

  • Detainment
  • Fauve
  • Marguerite
  • Mother
  • Skin

Melhor Curta Metragem – Animação

  • Animal Behavior
  • Bap
  • Late Afternoon
  • One Small Step
  • Weekends

Melhor Curta Metragem – Documentário

  • Black Sheep
  • End Game
  • Lifeboat
  • A Night at the Garden

Period. End of Sentence.

Leia Mais

La Castafiore, o restaurante onde os garçons cantam ópera ao vivo em Madrid

Por Paula Glaciane

Inaugurado em 1996, o restaurante La Castafiore oferece uma experiência única em Madrid. Em nossa visita ao “resto” mais badalado da cidade, degustamos pratos deliciosos da cozinha espanhola em um ambiente mágico e refinado.  Depois que os garçons tenham servido os pratos aos comensais, eles cantam ópera e zarzuela no salão, interagindo com o público e protagonizando um espetáculo digno de teatro, uma fusão de arte e gastronomia muito especial. Que, para completar a experiência quem recebe todos os clientes são os donos do local.

Conheça o menu:

O menu inclui entradas, primeiro e segundo prato, sobremesa e bebida:

. Tortinhas e folheados;

. Salmorejo (sopa de tomate com jamón) e salada variada de alface, salmão defumado, camarões, ovos de codorna, passas, maçãs e tomates cherry (a escolher);

. Confit de pato com cebola caramelizada e geleia de pera ou camarões grelhados com curry (a escolher);

. Torta de chocolate com sorvete de menta;

. Café, refrigerantes, vinho tinto, cervejas e cava.

Quem está planejando uma visita na poderosa cidade de Madrid, super indico viver uma noite surpreendente, divertida, cheia de música, espetáculo e boa comida no restaurante madrilenho La Castafiore.

Leia Mais

Gotti é o filme com mais indicações para o Framboesa de Ouro deste ano

A premiação menos cobiçada da indústria do cinema divulgou sua lista de indicados para a edição deste ano. Criado em 1980, o Troféu Framboesa de Ouro prestigia os piores filmes do ano.

A longa (e dolorosa) lista de 2018 contém grandes lançamentos como Holmes & Watson, Jurassic World: Fallen Kingdom, 50 Tons de Liberdade e o longa Gotti, que detém o maior número de indicações este ano.

O filme estrelado por John Travolta ostenta 0% de aprovação no Rotten Tomatoes, site que consolida as avaliações de diversos críticos dos EUA. Veja abaixo a lista completa:

PIOR FILME

  • Gotti
  • Crimes em Happytime
  • Holmes & Watson
  • Robin Hood – A Origem
  • A Maldição da Casa Winchester

PIOR ATRIZ

  • Jennifer Garner, Peppermint
  • Amber Heard, London Fields
  • Melissa McCarthy, Crimes em Happytime e Alma da Festa
  • Helen Mirren, A Maldição da Casa Winchester
  • Amanda Seyfried, The Clapper

PIOR ATOR

  • Johnny Depp (voz) – Gnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim
  • Will Ferrell, Holmes & Watson
  • John Travolta, Gotti
  • Donald J. Trump (como ele mesmo), Death of a Nation e Fahrenheit 11/9
  • Bruce Willis, Desejo de Matar

PIOR ATOR COADJUVANTE

  • Jamie Foxx, Robin Hood – A Origem
  • Ludacris (voz), Show Dogs
  • Joel McHale, Crimes em Happytime
  • John C. Reilly, Holmes & Watson
  • Justice Smith, Jurassic World: Fallen Kingdom

PIOR ATRIZ COADJUVANTE

  • Kellyanne Conway (como ela mesma), Fahrenheit 11/9
  • Marcia Gay Harden, 50 Tons de Liberdade
  • Kelly Preston, Gotti
  • Jaz Sinclair, Slender Man: Pesadelo Sem Rosto
  • Melania Trump (como ela mesma), Fahrenheit 11/9

PIOR COMBINAÇÃO NA TELA

  • Qualquer combinação de bonecos ou atores (especialmente nas cenas de sexo) em Crimes em Happytime
  • O rápido declínio da carreira de Johnny Depp em Gnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim
  • Will Ferrell e John C. Reilly estragando personagens queridos da literatura em Holmes & Watson
  • Kelly Preston e John Travolta com críticas no nível de Battlefield Earth em Gotti
  • Donald J. Trump e sua interminável mesquinharia em Death of a Nation e Fahrenheit 11/9

PIOR REMAKE, SEQUÊNCIA OU CÓPIA

  • Death of a Nation (remake de Hillary’s America)
  • Desejo de Matar
  • Holmes & Watson
  • The Meg (cópia de Tubarão)
  • Robin Hood – A Origem

PIOR DIRETOR

  • Etan Cohen, Holmes & Watson
  • Kevin Connolly, Gotti
  • James Foley, 50 Tons de Liberdade
  • Brian Henson, Crimes em Happytime
  • The Spierig Brothers (Michael e Peter), A Maldição da Casa de Winchester

PIOR ROTEIRO

  • Death of a Nation”
  • 50 Tons de Liberdade
  • Gotti
  • Crimes em Happytime
  • A Maldição da Casa de Winchester
Leia Mais

Fernanda Montenegro é homenageada no Prêmio Cesgranrio de Teatro

A 6ª edição do Prêmio Cesgranrio de Teatro aconteceu nessa segunda-feira, 21 de janeiro, no Golden Room do Hotel Belmond Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. Recrutada pelos promoters e empresários Liège Monteiro e Luiz Fernando Coutinho, a classe artística compareceu em peso à premiação.

Idealizado pelo Prof. Carlos Alberto Serpa, o Prêmio Cesgranrio de Teatro é o que oferece a maior premiação no País – ao todo foram distribuídos 300 mil reais em prêmios.

Grande homenageada da noite, a atriz Fernanda Montenegro completa, em 2019, 90 anos de vida e 75 anos de carreira artística. “É uma noite especial, especialmente em um momento de total desprestígio da cultura neste país. Trabalhei com muitos de vocês aqui. São muitos anos de vida e parece que comecei ontem”, disse Fernanda em trecho de seu discurso. “Temos de ter resistência. Como falar em educação sem cultura? Não existe educação sem cultura! A educação é um esqueleto. A cultura é a carnificação desse esqueleto”, completou a artista.

Confira a lista dos premiados

Melhor Figurino – João Pimenta, por “Romeu e Julieta ao som de Marisa Monte”.

Melhor Cenografia – Dina Salém Levy, por “Cérebrocoração”

Melhor Iluminação – Russinho, por “Memória do esquecimento”

Melhor Ator – Daniel Dantas, por “O inoportuno”

Melhor Ator em Teatro Musical – Cláudio Galvan, por “Romeu + Julieta ao som de Marisa Monte”

Melhor Atriz – Mariana Lima, por “Cérebrocoracao”

Melhor Atriz em Teatro Musical – Amanda Acosta, por “Bibi – Uma vida em musical”

Melhor Texto Nacional Inédito – Leonardo Netto, por “A ordem natural das coisas”

Categoria Especial – Elenco de “Elza, o musical”

Melhor Direção de Musical – Jules Vandystadt, por “70 – Década do divino maravilhoso” e “Pippin”

Melhor Direção – Duda Maia, por “Elza”

Melhor Espetáculo – “A invenção do Nordeste”

Crédito das fotos: Eny Miranda

Leia Mais

Adalgisa Colombo

In Memorian Adalgisa Colombo Miss Distrito Federal 1958 e Miss Brasil 1958 11/01/1940 A 18/01/2013.

Por Roberto Secio

Adalgisa Colombo Teruzkin Nasceu no Estado do Rio de Janeiro, no dia 11 de janeiro de 1940.

Na década de 1950 Antes do concurso de Miss Distrito Federal e Miss Brasil 1958, Adalgisa ainda adolescente no ano de 1956, participou como atriz na comédia de chanchada Com Água na Boca, de J. B. Tanko, com Anilza Leoni, Otelo Zeloni Costinha e Older Cazarré no elenco no papel de Teresinha.

Adalgisa Colombo era modelo da Loja e Grife Casa Canadá foi uma das modelos mais conceituadas da sua época. Antes de se tornar Miss Distrito Federal e Miss Brasil 1958 aprendeu os truques da boa passarela. A experiência só realçou sua elegância nata, valendo pontos fundamentais no Maracanzinho e em Long Beach conquistando o segunda lugar no Concurso Miss Universo 1958.

*ADALGISA COLOMBO ELEITA MISS DISTRITO FEDERAL E MISS BRASIL 1958. *

Adalgisa Colombo, Miss Distrito Federal 1958 (Rio de Janeiro), na capa da Manchete, número 323, ano 6, de 28/06/1958. A chamada de capa “Vaiada Adalgisa Chorou” ganhou mais destaque do que o desastre aéreo e a Copa do Mundo. A revista faz parte do meu acervo e está com marcas inevitáveis de seis décadas de existência. Porque foi vaiada pelo público ao ser eleita Miss Distrito Federal 1958, Adalgisa Colombo chorou ao receber a faixa no Maracanãzinho e saiu correndo para o camarim, dizendo que “se tivesse sido derrotada estaria me sentindo como hoje, em que um júri me deu a vitória.”

O público vaiou Adalgisa porque preferia Ivone Richter, Miss Riachuelo, segunda colocada. Quando Adalgisa fazia pose na passarela, a pedido dos fotógrafos, era vaiada. Assim que Ivone Richter dela se aproximava, o público aplaudia, pretendendo dizer: “Essa sim!” Ao entrar no camarim, depois de eleita, e ouvindo muita gente dizer que o resultado fora “uma autêntica marmelada Colombo”, Adalgisa recebeu uma anágua jogada (depois ela soube) por uma das candidatas derrotadas. Ela quis reagir, mas um repórter a segurou e disse: “Adalgisa, você agora é Miss Distrito Federal!”

Com os olhos em lágrimas e vermelhos, desde que foi proclamada vencedora até voltar para casa, de madrugada, Adalgisa deixou-se fotografar demoradamente no Maracanãzinho e disse depois da vitória que ficara emocionada e “não esperava a péssima recepção que tive. Foi falta de educação de muita gente”. Rebatendo os que chamavam o concurso de marmelada Colombo, Adalgisa disse: “Não pedi nada a ninguém. A programação do concurso foi perfeita. Não contava, inclusive, com a vitória, porque esperava que Miss Riachuelo, que considero linda, fosse a vencedora”. Adalgisa disse que só duas ou três das vinte e seis candidatas não a trataram bem depois da vitória.

O Concurso Miss Brasil 1958 foi a 5.ª edição do concurso Miss Brasil, que foi realizada no dia 19 de junho de 1958 no Ginásio do Maracanãzinho no Rio de Janeiro. A Miss Brasil 1957 Terezinha Morango do Amazonas coroou Adalgisa Colombo da Guanabara. A vencedora representou o Brasil no Miss Universo 1958. A segunda colocada Sônia Maria Campos, representou o Brasil no Miss Mundo 1958. O concurso foi transmitido pela Tupi.

Na decada de 1960 Trabalhou como apresentadora da TV Rio durante, onde apresentou programas diversos, a maioria dirigidos ao público feminino.

Foi Modelo de varias Capas de Revista da decada de 1950 entre essas revistas Foi destaque e capa da Revista Manchete da decada de 1950, Revista O Cruzeiro dos Diariso Associados Assis Chatobriand, Revista da Semana e Revista do Rádio entre outras propagandas e veículos de comunicação.

Concurso Miss Universo 1958:

Adalgisa Colombo a Miss considerada inesquecível por parte dos brasileiros, conseguiu repetir a performance da sua antecessora e ficou em segundo Lugar no Miss Universo 1958. Adalgisa tinha se preparado por 4 anos antes para ganhar o Miss Brasil, sua derrota no Miss Universo daquele ano foi considerada surpresa por parte de todos.

Depois do concurso de Miss Brasil, Adalgisa foi modelo e apresentadora de televisão, tendo feito vários programas na TV Rio, durante a década de 60. Ela viveu 14 anos nos EUA e sua beleza rendeu inúmeras capas para revistas como Cruzeiro e Manchete, entre outras. Nos últimos anos, a revista Caras dava destaque à sua beleza madura e seu charme impecável.

ADALGISA COLOMBO HOMENAGEADA NO CONCURSO MISS BRASIL 2008 PELOS SEUS 50 ANOS DE REINADO E TAMBÉM E UMA DAS HOMENAGEADAS NO LIVRO DE ROBERTO SECIO AUTOR DO LIVRO AS MISSES DO BRASIL.

Em 2004 foi homenageada pelos 50 Anos de História do Concurso Miss Brasil.

Em 2008 Foi Homenageada pelos 50 Anos de História e de Reinado no Concurso Miss Brasil 2008. (Pela Tv Bandeirantes de São Paulo Capital)

Marta Rocha Miss Brasil e Vice no Concurso Miss Universo 1954 foi e sempre sera a melhora Amiga de Adalgisa Colombo amnas estavam sempre juntas em eventos Concursos de Misses e na vida pessoal amizade de ambas durou por mais de 50 anos.

Revista Caras 17 de Outubro de 2011.

Adalgisa Colombo, a Miss Brasil de 1958, se emociona no casamento do filho Com ritos judeus, o empresário Rodrigo Teruszkin se casa com a estilista católica Shayanna Pirozi após três anos de namoro.

No ano de 2011, eu, Roberto Secio, autor e biógrafo do Livro As Misses do Brasil, tive a honra e o privilégio de conhecer nossa Eterna Miss Brasil 1958. Adalgisa Colombo foi um momento inesquecível na vida de ambos e Adalgisa Colombo, com olhos cheio de lagrimas, me disse: “Roberto Secio, obrigada por tudo. Estou me sentindo imortalizada.” Desde então tivemos uma linda amizade e toda a vez que eu ia ao Rio de Janeiro nos encontrávamos.

Adalgisa Colombo para minha pessoa e para todos que tiveram o privilégio de conhecer ela era uma verdadeira dama uma pessoa iluminada através de seu tempo foi e sempre será a percursora e a dama da história do Concurso Miss Brasil sou muito grato a ela GRATIDÃO ETERNA por tudo e pela consideração a nossa amizade e também o respeito e carinho e consideração ao meu trabalho.

Adalgisa Colombo e uma das Homenageadas na Primeira e na Segunda Edição do Meu Livro As Misses do Brasil de 1922 a 2011 e a Segunda Edição mais atualizada lançada em 2017.

Adalgisa Colombo (Faleceu) no dia 18 de Janeiro de 2013 morreu no Rio de Janeiro aos 73 anos. Esposa do Empresario Flávio Teruszkin (71), seu marido há 34 anos mãe de três filhos Jackson (53), Rafaela (31) Rodrigo Teruszkin (32), As causas da morte não foram divulgadas pela família. Seu corpo foi enterrado no Cemitério Israelita de Vilar dos Teles, no Rio de Janeiro. Na mesma cidade que a projetou para a fama, deixando seu nome como um ícone da beleza brasileira. Obrigado a todos pelo carinho e consideração ao meu Trabalho.
Conde & Comendador Embaixador Da Paz Roberto Sécio” Conbla” Delegado Cultural de São Paulo” Conbla” Comendador “Conbla” Autor do Livro Misses Do Brasil de 1922 a 2016 e Jornalista ABIME -Associação Brasileira de Imprensa de Mídia Eletrônica.

Foto Numero 01 

Capa do Livro Roberto Secio Autor da Segunda Edição do Livro As Misses Do Brasil de 1922 a 2017.

Foto Numero 02 

Adalgisa Colombo Capa da Revista Manchete Eleita Miss Distrito Federal 1958.

Foto Numero 03 Materia da Revista Manchete Adalgisa Chora ao ser vaiada pelo Publico

em sua Vitoria no Concurso Miss Distrito Federal 1958.

Foto Numero 04.

Teresinha Morango Miss Amazonas e Miss Brasil 1957 Coroando Adalgisa Colombo Miss Brasil 1958.

Foto Numero 05

 Adalgisa Colombo com as demais Misses Classificadas no Concurso Miss Brasil 1958.

Foto Numero 06

Adalgisa Colombo com a Faixa, Manto, Coroa e o Cetro de Miss Brasil 1958.

Foto Numero 07 Adalgisa Colombo Capa da Revista O Cruzeiro.

Na Capa com Teresinha Morango Miss Brasil 1957 ao lado de sua sucessora Adalgisa Colombo Miss 

Brasil 1958, 

Foto Numero 09 Adalgisa Colombo Capa da Revista Mundo Ilustrado Ano de 1958 Concurso Miss Universo.

Foto Numero 09 

Adalgisa Colombo de Maio no Concurso Miss Universo.

Foto Numero 10 Capa da Revista Cromos ano 1958

Adalgisa Colombo Vice no Concurso Miss Universo 1958 ao lado da Vencedora do Concurso

Miss Universo 1958 com as demais Misses. Top 4 Miss Universo 1958.

Foto Numero 10

Adalgisa Colombo Capa da Revista Manchete decada de 1960 Materia na época era 

Adalgisa Colombo apresentadora de um programa TV Tupi.Foto Numero 11  Capa da Revista o Cruzeiro decada de 1960 

Adalgisa Colombo Materia na época era 

Adalgisa Colombo apresentadora de um programa TV Tupi.Foto Numero 12  Capa da Revista Manchete Martha Rocha, Miss Brasil 1954, e Adalgisa Colombo, Miss Brasil 1958Foto Numero 13 Adalgisa Colombo Homenageada no Concurso Miss Brasil 1958 pelos seus 50 Anos deReinado no Concurso Miss Brasil e Miss Universo.Foto Numero 13.Roberto Secio Autor do Livro As Misses do Brasil de 1922 a 2017 Segunda Edição e colunista Social do Portal Villarino  ao lado de Adalgisa Colombo Miss Brasil 1958  no Concurso Miss Brasil. Foto Numero 14.Adalgisa Colombo Miss Brasil 1958 no Casamento com seu Filho e com sua Família toda Reunida. 

Leia Mais

Rio de Janeiro, Capital Mundial de Arquitetura

A cidade do Rio de Janeiro foi eleita a primeira Capital Mundial de Arquitetura. O título, criado pela UNESCO, se refere a uma iniciativa da União Internacional dos Arquitetos (UIA) para a cidade que receber o Congresso Mundial de Arquitetos, em julho de 2020. A expectativa é de que em torno de 20.000 a 25.000 arquitetos venham à cidade para debater urbanismo e questões urbanas.

É a primeira vez que uma cidade recebe esse título. A arquitetura do Rio de Janeiro é muito diversa, com exemplos de estilo colonial mas também de modernismo. Vale lembrar que foi a cidade em que viveram grandes nomes de referência mundial, tais como Lúcio Costa, Oscar Niemeyer e Burle Marx.

Fotos: Matt Kieffer; Wikipedia Commons; Rodrigo Soldon; Henri Koga.

Leia Mais