Categoria : Entretenimento

Home/Arquivo por Categoria" Entretenimento"

Dresscode

Como escolher a roupa de acordo com o convite

Este código existe para que as pessoas compareçam as comemorações com a roupa adequada, evitando gafes. Mas se o tipo de traje não vem especificado no convite, telefone para verificar o tipo de roupa.

 

AS CATEGORIAS DE ROUPAS

Traje esporte

O mais simples e informal.

Ideal para batizados, almoços, exposições, festas infantis, churrascos.

Homens

Calças de brim, veludo, lã, sarja cáqui, camisas, camisetas lisas e polo, malhas tricô de lã e jaquetas.

Bermudas e abrigos esportivos só na praia ou ambientes muito descontraídos.

Mulheres

Calças e camisetas, vestidos estampados ou lisos, terninho, malhas de tricô, duas peças, sapatos baixos e bolsa esportiva.

 

Traje passeio (esporte fino, casual ou tenue de ville)

Roupas para a cidade (tenue de ville) com um toque de formalidade.

Ideal para vernissages, casamentos de dia ou civil, almoços, conferências, teatro, concerto e formaturas.

Homens

Calças esportivas com blazer, jaqueta ou paletó esporte, com ou sem gravata.

Mulheres

Pantalonas e túnicas, tailleur, o pretinho. Tudo fosco e sem bordados.

A bolsa e o sapato podem ser esportivos, sem ser esporte.

 

Traje passeio completo (recepção, coquetel, alto esporte, habillè, social completo ou social)

Formalidade completa.

É a categoria de roupas para casamentos elegantes, jantares formais, coquetéis, óperas e grandes comemorações.

Homens

Trajes com gravata, mais escuros à medida que a hora avança.

Sapatos amarrados e meias escuras.

Mulheres

Vestidos sofisticados curtos ou longos, conjunto de saia e calça em tecido de seda, vestidos de alça ou decotados. Brilhos sutis, tecidos preciosos.

Joias e bijuterias de destaque e sapato e bolsa social. 

 

Traje black- tie (tenue de soirée, gala ou rigor)

Roupas sofisticadas onde cores, brilhos e excessos são permitidos.

Ideal em bailes de gala, festas de Embaixadas, entrega de troféus ou comemorações sofisticadas.

Homens

Smoking preto (ou Summer, paletó branco que também pode ser usado no inverno, apesar do nome em inglês), faixa de cintura e gravata borboleta escura camisa branca e sapato e meias pretas.

Mulheres

Vestidos longos que devem cobrir o salto do sapato social.

Decotes, fendas, tecidos preciosos e bordados são permitidos para esta categoria de comemoração, mas cuidado com as extravagâncias ou a “última moda”. Festas importantes ficam para a história e a imagem pode ficar exótica com o passar dos anos.

 

Nova categoria

Traje fashion (ou algum termo ligado a moda)

Geralmente requisitado para eventos de moda ou de tendências, aniversários jovens, meetings, coquetéis em lugares modernos ou em danceterias.

Homens

Roupas modernas ou de acordo com o estilo pessoal. Looks originais são sempre muito elogiados.

Não se prenda a nenhuma convenção para se produzir. Este convite é um desafio à criatividade.

Mulheres

Liberdade de escolha. Local ideal para exibir o que tem de mais moderno no guarda roupa.

Evite roupas caretas, a não ser que este seja o seu estilo pessoal.

Brilhos, decotes, detalhes festivos ou de época ou roupas de brechó.

Texto e ilustração: Xico Gonçalves

Leia Mais

Paolla Oliveira estreia filme português

Desde 2016 Paolla Oliveira vem estreitando seu contato com Portugal. Começou com um convite para ser a protagonista de um filme português, e nesse processo já comprou um apartamento em Lisboa.

O pivô dessa relação com a “terrinha” é a comédia romântica portuguesa “Alguém como eu”, em que Paolla Oliveira contracena com o ator Ricardo Pereira. O filme, do diretor Leonel Vieira, conta a história de Helena, uma carioca que recebe uma proposta de trabalho em Lisboa. Uma vez na cidade, ela conhece Alex, com quem começa a namorar. A atriz Julia Rabello também integra o elenco.

Filmado nos mais diferentes pontos turísticos da capital portuguesa, o filme estreia simultaneamente no Brasil e em Portugal, nesta quinta-feira, dia 24 de maio. Paolla, Ricardo e Julia farão um live neste dia para responder as perguntas dos fãs. Fique de olho!

 

Leia Mais

90 anos de Luiz Carlos Barreto

O aniversário do produtor de cinema Luiz Carlos Barreto nos faz lembrar de muitas obras icônicas que tiveram sua marca. Cinema Novo? Ele estava lá, foi diretor de fotografia em Vidas Secas, de Nelson Pereira dos Santos, e também do Terra em Transe, de Glauber Rocha. E isso foi só o começo da sua carreira no cinema.

Luiz Carlos, cearense, começou a carreira como jornalista. Trabalhou em alguns jornais, no Ceará e no Rio, entre eles o famoso O Cruzeiro, cujo dono era Assis Chateaubriand. Eles se conheceram no Festival de Cannes, quando o então jornalista cobria o festival de cinema para O Cruzeiro. Ali se estabeleceu uma importante amizade, além de ser o começo de uma aproximação ao universo do cinema por parte do futuro produtor.

A essa altura, Luiz Carlos Barreto já estava casado com a sua esposa, Lucy Barreto. Essa que se tornou uma companheira da vida inteira: hoje são 64 anos de casamento, filhos, parcerias e muito trabalho juntos na produtora LC Barreto.

Com muita cumplicidade, eles participaram de grandes filmes nacionais desde a década de 1960. Podemos pincelar alguns, como os filmes Dona Flor e seus Dois Maridos, em 1976, ou Bye Bye Brasil, de Cacá Diegues, em 1980.

O Quatrilho, do filho Fábio Barreto, levou o Brasil às indicações do Oscar em 1985 e simbolizou uma nova era de produções nacionais, reconhecidas internacionalmente. Esse movimento passou a ser chamado de a Retomada do Cinema Brasileiro.

De Cinema Novo à Retomada, o casal Luiz e Lucy são importantes testemunhas, participaram e contribuíram. E assim conquistaram seu espaço na história do cinema nacional.

 

Equipe Villarino

Fotos: Cristina Granato

Confira o nosso álbum completo do aniversário de Luiz Carlos Barreto: www.facebook.com/portaldovillarino

 

Leia Mais

Martinho da Vila, um musical

Essa semana estreou o musical sobre a vida do Martinho da Vila, no teatro Clara Nunes, no Shopping da Gávea. A temporada vai até 15 de julho!

No elenco, são três atores interpretando Martinho em diferentes fases de vida, entre eles Nill Marcondes. Babi Xavier faz o papel de Cléo, a esposa de Martinho e produtora do espetáculo.

O espetáculo, que tem como curadora, Cléo Ferreira, esposa do sambista, contará a vida de Martinho da Vila, com base no livro “Memórias Póstumas de Teresa de Jesus”, publicado por ele, além de uma vasta pesquisa no acervo e entrevistas com o artista. Grandes sucessos do cantor também fazem parte do musical. No cenário, projeções de fotos e os ambientes que retratam a sua vida pessoal e profissional desde a década de 40 até os dias atuais.

“Depois que o Martinho recebeu o título de Doutor Honoris Causa, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em outubro de 2017, nos sentimos na obrigação de levar ao conhecimento do público, toda uma história de vida ligada ao movimento negro e preocupação com a língua portuguesa nos países lusófonos. Além disso, falar da sua carreira artística de grande sucesso, ao longo de seus 80 anos”, explica Ana Ferguson.

 

Foto: Jansen Davidson

Leia Mais

Harry & Meghan

Neste sábado o príncipe inglês Harry se casa com a atriz norte-americana Meghan Markle. Mais uma vez, um membro da família real escolhe alguém fora de seu círculo de nobreza para integrar esse seleto grupo, definido por berço até bem pouco tempo atrás. Para alguns, Lady Diana significou uma ruptura nesse sentido, mas outros argumentam que ela sempre frequentou a nobreza, sendo parte daquele meio.

Quando William, o filho mais velho de Lady Diana e o Príncipe Charles, noivou Kate, o debate ressurgiu com força. Haveria ainda menos laços de nobreza na família da noiva, embora a família de Kate tivesse uma boa situação financeira. Tanto que foi possível que os dois tivessem convivido nos mesmos ambientes e, assim, se conhecerem.

Harry, por sua vez, sempre teve a fama de ser o mais polêmico dos dois irmãos. Talvez por não ser o herdeiro direto, ele é o sexto na sucessão do trono, ele tenha mesmo mais liberdades. Mas a escolha por uma norte-americana, atriz hollywoodiana famosa pela série Suits, é um passo a mais que talvez nem mesmo a experiência da vovó Beth poderia prever.

Não que Harry seja o primeiro na família, pois o irmão de seu bisavô George, Edward abdicou de ser rei para poder se casar com uma norte-americana que estava para se divorciar pela segunda vez. Isso em 1936. Para os protocolos da época, foi um escândalo e tanto. Tanto que se tornou um dos monarcas com menos tempo no poder, não chegando a um ano sob a coroa.

A cara metade de Harry também já foi casada, mas os tempos são outros e isso não escandaliza mais tanto os protocolos reais. Por outro lado, mais do que um casamento transatlântico, Harry trouxe para o Palácio de Buckingham a questão racial. Por enquanto, o assunto trouxe muita manchete em jornal. Mas, se trará mudanças simbólicas reais nesse campo no Reino Unido, isso só o tempo haverá de dizer.

Equipe Villarino

Leia Mais

Novo espaço de eventos no Grand Hyatt

Esta semana aconteceu o jantar de lançamento do novo espaço para eventos do Grand Hyatt Rio de Janeiro: ESPAÇO TANO, com decoração assinada por Cristina Lips.

Com capacidade para até 300 convidados, vista deslumbrante para Lagoa Marapendi e a possibilidade de assistir ao por-do-sol de camarote, o novo espaço deve entrar rápido na agenda para receber casamentos e outras festas!

O Vice Presidente de Área, Christophe Lorvo, recebia ao lado da Executiva de Eventos Sociais, Taiana Auip, e da decoradora Cristina Lips!

 

Veja nossa galeria completa de fotos na nossa página no Facebook! www.facebook.com/portaldovillarino

Leia Mais

A Eloísa Mafalda, com um sorriso

A despedida de uma atriz que esbaldava alegria deve ser com saudade, mas também um sorriso no rosto. No seu jeito brincalhão, dizia sobre a infância: “Eu era infeliz e não sabia.”

Eloísa Mafalda começou na rádio e depois trabalhou em diferentes canais de TV. Mas ainda teve papéis no teatro e no cinema. Uma atriz que pegou diferentes eras e não hesitou em variar.

Ao longo de sua carreira, foram muitas personagens em novelas, incluindo “Mulheres de areia”, “Pedra sobre Pedra”, “Saramandaia”, “Roque Santeiro”, entre outras. Descendente de italianos, Eloísa nasceu em setembro de 1924 com o nome de batismo Mafalda Theoto. Morreu com 93 anos.

 

Leia Mais

Evento Intimissimi com Fiorella Matheis e Fernanda Vasconcellos

Na última quinta-feira, 03 de maio, a Intimissimi recebeu as atrizes Fiorella Mattheis e Fernanda Vasconcellos para o evento de reinauguração de sua loja do Shopping Rio Sul, em Botafogo. A celebração marca a reabertura desta que é a terceira loja da label italiana no Rio de Janeiro. Na ocasião também foi o lançada a coleção Outono Inverno de Intimissimi.

Fotos: Renato Wrobel / RW Photomarketing

 

Leia Mais

Exposição Rio de Samba: resistência e reinvenção

“Quem não gosta de samba, bom sujeito não é”, diz se por aí. Pois para os bons sujeitos, o Museu de Arte do Rio abriu uma exposição com dois andares sobre o ritmo que dá cara ao Carnaval carioca. São fotos de grandes compositores, capas dos álbuns, figurinos e croquis do desfile, instrumentos, imagens estáticas e em movimento para se mergulhar no universo do samba e de suas origens.

Há peculiaridades: você sabia, por exemplo, que Nelson Sargento também pinta? Ou que o artista internacionalmente conhecido Hélio Oiticica teve seu insight tropicalista a partir da sua relação com o Morro da Mangueira? A partir dessa experiência ele chegaria a algumas de suas obras, entre elas o bem conhecido parangolé. Ou ainda, vc sabia que a tradição das tias no samba estão ligadas às “tias” que vieram do Recôncavo Baiano?

Em maio, a visita à exposição é gratuita. Mas a exposição continua por mais alguns meses.

Equipe Villarino

Fotos: Erika Tambke

Leia Mais

Dia Internacional da Língua Portuguesa

Dia 5 de maio é o Dia Internacional da Língua Portuguesa, criado em 2009 em Cabo Verde. Diferentes países participam da comemoração: Brasil, Portugal, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. O objetivo é promover atividades que possam valorizar a nossa língua.

O Museu da Língua Portuguesa em São Paulo, por exemplo, promove desde quinta-feira, dia 3, uma programação dedicada à nossa língua e seus usos: Qual a sua língua portuguesa? A pergunta parte do princípio que se pode usar um idioma de maneiras muito diversas, ainda mais em um país tão grande como o Brasil, com tantas variedades regionais. Se comparamos com os outros países que falam português, as expressões podem variar ainda mais. Em um cartaz, o museu exemplifica essas diferenças (vide foto).

Em 2015 o museu sofreu um incêndio de grandes proporções. Desde então, fechou e entrou em reformas. A boa notícia é que a fachada está praticamente pronta, jogando otimismo para a volta do centro cultural. Tudo indica que a data de reabertura deve mesmo ser em 2019. Mas já começa a promover algumas atividades na Estação da Luz. Em seus dez anos de funcionamento aberto ao público, o museu viu circular cerca de 4 milhões de visitantes. Mostra que as pessoas têm interesse em saber mais sobre a nossa língua, a nossa forma de expressão que nos acompanha desde as primeiras palavras de nossas mães. Um laço que devemos manter ainda por muito tempo com Portugal e todos outros países da Comunidade de Países da Língua Portuguesa (CPLP). Sendo países da mesma língua-mãe, isso nos faz um pouco todos irmãos.

Equipe Villarino

Fotos: Erika Tambke

Leia Mais