Notícias

Home/Entretenimento/Praia do Forte: praia, ecologia e história

Praia do Forte: praia, ecologia e história

Com a proximidade do verão, vemos aquela corrida pela melhor praia para as férias. Praia do Forte, na Bahia, é um destino bastante procurado, tanto pela beleza de seu litoral como pelo projeto Tamar, aquele das tartarugas marinhas.

Criado em 1980, o projeto Tamar tenta reverter o processo de extinção das tartarugas no nosso litoral como resultado da predação humana e o aumento urbano. O lixo jogado nas praias também é um problema: os plásticos lançado ao mar confundem o pobre animal, porque ele entende o plástico como comida e morre engasgado. Contudo, o projeto Tamar conquistou muitas mudanças nesse processo e nos enche de otimismo. Ver as tartarugas sendo soltas em direção ao mar, é uma atração que comove muito, tanto adultos como crianças.

Outra atração especial em Praia do Forte é o Castelo de Garcia D’Ávila, também conhecido como Casa da Torre. A história do castelo poderia ser trama de novela, misturando portugueses e indígenas, criando uma das primeiras famílias de força econômica e política na região.

O castelo, fundado em 1549, tem estilo manuelino sob influência direta de Portugal à época. Hoje é visto por historiadores como a sede de uma prática feudal nos tempos de colônia, na capitania da Bahia. A 3km da vila de Praia do Forte, o castelo é uma aula de história que vale a pena, mesmo em clima de férias de verão.